05 de julho de 2018 às 02:00

Ensaio fotográfico revela novos ângulos de atrações em Barcelona

O fotógrafo gaúcho Bruno Alencastro, 33, morou em Barcelona durante quatro meses, até fevereiro deste ano. Nesse intervalo, tentou encontrar ângulos inéditos de pontos turísticos muito fotografados, como a igreja da Sagrada Família e a praia Barceloneta.

O fotógrafo gaúcho Bruno Alencastro, 33, morou em Barcelona durante quatro meses, até fevereiro deste ano. Nesse intervalo, tentou encontrar ângulos inéditos de pontos turísticos muito fotografados, como a igreja da Sagrada Família e a praia Barceloneta.

A saída foi comprar um drone e registrar esses lugares do alto, usando um efeito que simula a aparência de um globo.

Para conseguir esse resultado, ele aciona o modo panorâmico do drone, que faz automaticamente 46 imagens a partir do ponto sobrevoado até a linha do horizonte. O processo dura um minuto.

Apesar da cidade não apresentar leis rígidas quanto ao uso do aparelho, Alencastro tinha algumas medidas de precaução para evitar acidentes. Ele costumava planejar com antecedência os pontos de onde lançaria o drone e fotografava no começo da manhã ou final da tarde, quando os lugares estavam mais vazios.

As fotos foram feitas a uma altura média de 40 metros, para deixar os pontos fotografados visíveis na imagem final. 

Depois, os registros são reunidos em uma única imagem por um software. O fotógrafo precisa apenas editar o arquivo e preencher digitalmente as extremidades da imagem com azul, já que o drone não fotografa o céu.

A série completa, com dez fotos, foi publicada no perfil de Alencastro no Instagram.

O fotógrafo diz que a cidade é uma de suas preferidas. Ele esteve lá pela primeira vez em 2015, a passeio, e voltou no ano seguinte. Gostou tanto que, depois, quis achar um jeito de ficar ainda mais tempo. Assim, aproveitou para fazer uma especialização em fotografia.

"Ouvi um ditado que dizia que Barcelona é como um pântano: se uma pessoa demorar muito para sair,  afunda e fica presa a ela", diz.

Fonte: FOLHA

comentários

Estúdio Ao Vivo